Prefeitura de Birigui e comunidade transformam área verde do Tijuca em modelo de sustentabilidade

O Projeto de Agrofloresta Urbana no Tijuca é um novo conceito que a Prefeitura de Birigui, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e a comunidade do bairro estão apresentando para a cidade.

O projeto inovador é referência e destaque no Estado de São Paulo, junto ao Programa Município VerdeAzul.

Ao promover o plantio de árvores de espécies nativas, de ocorrência do bioma local, junto à comunidade, moradores e alunos, o projeto tem viabilizado a produção agroecológica de alimentos para os moradores do entorno.

A novidade agora é o investimento em iluminação do entorno da área verde, com lâmpadas LED (baixo consumo e melhor eficiência), posicionadas abaixo das copas das árvores existentes, calçadas projetadas com 3 metros de largura.

Birigui está recebendo em diversos pontos a iluminação com a lâmpada LED que, segundo especialistas, além de maior eficiência energética, econômica e durável, é uma fonte de desenvolvimento sustentável.

A ação faz parte de um plano que visa valorizar a área verde do município. Iluminar os pontos com arborização é um dos passos para melhorar esses espaços públicos.

“Preservar e realizar o plantio de árvores faz parte do conceito de área verde que a Prefeitura de Birigui almeja para a cidade. Parabéns aos envolvidos neste projeto”, disse o prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão.

ÁREA DE LAZER

Com a moderna iluminação os moradores do entorno podem usufruir do espaço mesmo no período noturno, com excelente opção de lazer, espaço de convivência e valorização do espaço público, como é o objetivo das áreas verdes.

Antes das melhorias a área servia de depósito de entulho, móveis inservíveis e, até mesmo, animais mortos. O problema foi transformado em uma oportunidade e a agrofloresta urbana do Tijuca produz qualidade de vida, alimentos saudáveis e convivência social.

Fonte: Da redação com informações Prefeitura Birigui

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by