Cego, aos 79 anos, Antônio Cardoso fez da Horta Comunitária da Vila Angélica sua segunda casa

Em abril deste ano o aposentado Antônio Cardoso vai completar 80 anos. Nascido em Birigui, na Fazenda Lot, utiliza e cuida de dez canteiros da Horta Comunitária da Vila Angélica há 32 anos.

Diariamente, das 7h às 11h30, Seu Antônio fica na horta. Antes da aposentadoria trabalhava como pedreiro. Após trabalhar nesta profissão por 35 anos, teve problemas na retina (parte do olho responsável pela formação de imagens) e, aos poucos, foi perdendo a visão.

“O médico disse que preciso de célula tronco que deve ser retirada da espinha e com isso curar meus olhos, porém esse procedimento não está autorizado. Hoje eu não enxergo nada”, disse Antônio Cardoso para a assessoria de imprensa da Prefeitura de Birigui.

Morador do bairro Toselar, próximo da Horta Comunitária da Vila Angélica, Seu Antônio construiu sua casa com as próprias mãos, isso em 1987.

“Também construí outras duas casas no Toselar, porém foram vendidas”, lembra ele, demonstrando muito orgulho.

A horta da Vila Angélica é uma das 63 Hortas Comunitárias da Prefeitura de Birigui, que oferece canteiros, sementes, água e suporte de técnicos. As hortas são administradas pelo Fundo Social de Solidariedade de Birigui.

“Até dezembro deste ano pretendemos entregar outras 7 hortas, chegando ao número 70. As hortas comunitárias ajudam as famílias, que se alimentam de verduras e hortaliças”, comentou o prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão.

EXPERIÊNCIA

Seu Antônio Cardoso foi questionado sobre o deslocamento de sua casa até a horta. “Não enxergo, mas escuto muito bem”, disse ele.

Ele também foi questionado sobre o momento certo para retirar o alimento da terra e levar para a mesa. “Só de passar as mãos em uma alface eu já sei se ela está boa para comer”, respondeu com segurança.

Casado há 53 anos com a Senhora Iracema Cardoso, reside na rua Osório Hilário Pontes, 574. Com o casal mora a neta Franciela, de 28 anos.

“Além dos canteiros da horta, também cuido dos meus canarinhos do reino”, completou brincando o aposentado biriguiense.

EXEMPLO

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Birigui, Dona Maria Celeide Salmeirão, Seu Antônio é um exemplo de ser humano simples, humilde e trabalhador.

Os interessados em utilizar canteiros oferecidos gratuitamente pelo Fundo Social devem comparecer na rua Santa Tereza, 365 (Vila Troncoso) ou ligar para (18) 3643-1231.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by