BIRIGUI: Escola Stélio toma medidas sobre aluno que aterrorizou colegas dizendo que realizaria um massacre amanha

Uma notícia um pouco diferente e bastante preocupante chamou a atenção de pais, alunos, professores e autoridades durante o dia desta terça-feira (05). Na ocasião uma mensagem espalhada por um aluno da Escola Estadual Stelio Machado Loureiro, através do aplicativo WhatsApp informava que ele iria armado para a escola e iria realizar um grande massacre na próxima quarta-feira (06), e que quem olhasse para ele seria baleado.

Os alunos comunicaram os pais a respeito do caso, que por sua vez a situação chegou até a direção da escola. Que segundo nota oficial teria localizado o aluno responsável por essa conversa e tomado as medidas pedagógicas necessárias.

Em nota a Secretária de Educação do estado de São Paulo informou; “A Diretoria Regional de Ensino de Birigui esclarece que as medidas pedagógicas foram adotadas, a fim de esclarecer a situação. As aulas na unidade de ensino seguiram normalmente nesta terça-feira (05). A escola está à disposição dos pais e responsáveis para quaisquer esclarecimentos. A escola possui a parceria da Ronda Escolar. Além disso, foi criado o Gabinete Integrado de Segurança e Proteção Escolar (Gispec), que conta com servidores da Educação e da Polícia Militar, que contribuem para o planejamento das estratégias de segurança em toda a rede. A direção da unidade continua à disposição dos pais ou responsáveis pelos alunos para quaisquer esclarecimentos.” Finalizou.

Fonte: Guilherme Renan

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by