21 anos de falecimento do ex-prefeito Pedro Marin Berbel, o “Pedrão”

Para muitos moradores de Birigui, principalmente os mais antigos, o ex-prefeito Pedro Marin Berbel, o “Pedrão”, foi o melhor prefeito da história de Birigui.

Pedrão foi um dos poucos agentes políticos do País que recebeu homenagem em vida. Responsável pela obra de construção do Estádio Municipal, o espaço recebeu seu nome em 1982 : Estádio Municipal Pedro Marin Berbel – Pedrão”, onde o Bandeirante de Birigui passou a realizar suas partidas.

Prefeito por seis no primeiro mandato, administrou Birigui de janeiro de 1977 até dezembro de 1982. Depois, no segundo mandato, administrou por outros quatro anos: de janeiro de 1989 até dezembro de 1992.

“Ele foi um ótimo prefeito. Em 1977, quando assumiu, Birigui teve uma explosão de loteamentos. Ele transformou o que era pasto em loteamento. Foi em 77 que surgiu o bairro Cidade Jardim, vizinho da Vila Bandeirante”, falou o ex-vereador Salvador Giampietro.

Salvador foi vereador da oposição e, depois, da situação. “No primeiro mandato do Pedrão eu era oposição. Depois a política surgiu com um novo cenário e passei a ser do mesmo grupo do Pedrão. Em seus dois mandatos ele foi um excelente gestor”, completou.

“O Pedrão foi o prefeito do povo. Ele gostava de contato, de diálogo olho no olho. Os mais antigos apontam como o melhor prefeito de Birigui”, comentou o servidor público José Claudenir Milani, que entrou na Prefeitura de Birigui em 1986, como escriturário.

Milton Nunes, hoje chefe de setor da Secretaria de Obras, entrou na Prefeitura de Birigui em 1977, mesmo ano em que Pedrão assumiu em seu primeiro mandato.

“Lembro quando a modelo Elke Maravilha veio para Birigui. Ela era muito famosa na década de 80. O Pedrão conseguiu trazer ela para um evento na cidade. Ele foi um excelente administrador. Fez Birigui crescer”, citou Milton Nunes.

O que poucos lembram é que Pedro Marin Berbel, quando adolescente, foi servente de pedreiro, pedreiro e mestre de obras.O prédio onde foi construído o Paço Municipal, na Praça James Mellor, foi um dos trabalhos dele quando adolescente. “Ele assentou muitos tijolos no prédio do Paço Municipal. O que ninguém imaginava é que ele seria, futuramente, prefeito de Birigui”, comentou o ex-vereador Salvador Giampietro.

NETA LEMBRA DO AVÔ PREFEITO

A secretária municipal de Saúde, Marian Fátima Nakad, é neta de Pedro Marin Berbel.  Aos 7 anos de idade, ela acompanhou o último ano do segundo mandato de Pedrão.

“Como ele era viúvo, minha mãe foi a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social. Por diversas vezes minha mãe me levada para o trabalho e eu lembro dos servidores elogiando o meu avô”, disse Marian.

“Nos encontros de família eu lembro dos diálogos sobre os trabalhos da Prefeitura, sobre como Birigui estava crescendo. Aprendi com o meu avô que temos que ser verdadeiros, tratar as pessoas com carinho. É isso que procuro fazer na Secretaria de Saúde”, disse ela.

Para Marian, o atual prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, tem algumas características semelhantes a Pedrão. “Assim como meu avô, Cristiano gosta do diálogo com o povo, de tirar fotos, atender a população pessoalmente. Esse contato direto com a população é uma característica positiva, afinal, somos todos iguais”, completou a secretária de Saúde.

Pedrão faleceu em 1998. Se estivesse vivo, completaria em setembro deste ano 100 anos.

“Meu tio Roquinho conta as histórias da época do Pedrão. Ele é apontado como um excelente administrador, como um excelente prefeito. Sem sombra de dúvidas trouxe progresso para Birigui”, comentou o prefeito Cristiano Salmeirão.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by