VACINA: Saúde de Birigui pretende vacinar mais de 5 mil crianças contra a poliomielite e sarampo

 

A Prefeitura de Birigui, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, pretende imunizar 5.214 crianças na faixa etária de um a menores de cinco anos contra a poliomielite e sarampo. No último sábado, 4 de agosto, começou a Campanha Nacional de Vacinação, que segue até o dia 31 de agosto. Foram vacinadas no primeiro dia da campanha 873 crianças (17% da meta).

 A diretora municipal da Vigilância Epidemiológica, Mauricéia Bruna Alves Gonçalves, abriu os trabalhos da campanha na UBS (Unidade Básica de Saúde) 1, do bairro Cidade Jardim. A manhã do sábado (dia 4) foi bastante movimentada na UBS 1 e nas outras 9 UBSs de Birigui.

 “Todas as UBSs de Birigui estão oferecendo as vacinas gratuitamente. Os pais devem levar a carteirinha de vacinação de seus filhos”, falou a diretora. Como suporte para atender o público-alvo, o Departamento de Vigilância Epidemiológica, que fica no Centro, e a escola municipal Yvonne Miragaia Peruzzo, no bairro Portal da Pérola 2, também são pontos de vacinação. Os dois locais estarão atendendo dia 18 de agosto, das 8h às 17h, quando acontece o segundo Dia D da campanha.

 A vacinação das crianças é fundamental para protegê-las das duas doenças, que podem levar à morte. “Apesar de o Brasil não registar casos de pólio há 29 anos, a vacinação é de extrema importância para manter o país livre da circulação do poliovírus”, disse Mauricéia.

 Com relação ao sarampo, a diretora destacou que o país enfrenta dois surtos da doença, em Roraima e Amazonas, e casos isolados identificados em outros quatro estados, entre eles, São Paulo. “A situação é preocupante. Por isso, os pais devem levar seus filhos para serem vacinados para que não tenhamos a proliferação da doença”, frisou.

 “No Dia D (sábado, 4), na nossa regional de Araçatuba atingiu a cobertura de 18, 4 % para SCR e 18,8% para polio, ficando entre as regiões que atingiu a melhor cobertura”, completou a diretora.

 ENTENDA – A poliomielite ou paralisia infantil é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores; ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções (ao falar, tossir ou espirrar).

 O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Os principais sinais da doença são: febre acima de 38,5 ºC, dor de cabeça, tosse, coriza, manchas vermelhas que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas e, em seguida, se espalham pelo corpo.

Fonte: Da redação – Com informações Prefeitura Birigui