Prefeitura de Birigui define algumas estratégias para o controle do Aedes aegypti e escorpião

Definir algumas estratégias de controle e combate às arboviroses (doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti) e os escorpiões para os próximos meses em Birigui. Esse foi o assunto da reunião realizada na manhã desta quarta-feira, dia 9 de janeiro, pelo prefeito Cristiano Salmeirão com integrantes das secretarias de Saúde e Serviços Públicos, Água e Esgoto.

Participaram do encontro o secretário de Serviços Públicos, Cleverson José de Souza Tody, com os servidores Carlinhos Bombeiro e Mazucato; o diretor da Vigilância Sanitária, Ricardo Antônio de Oliveira, e a equipe do IEC (Informação, Educação e Comunicação) do CCVZ (Centro de Controle de Vetores e Zoonoses), Djalma Ribeiro, Rosilene Montanholi e Silvio Rodrigues.

Durante o encontro foi apresentado ao prefeito um panorama da situação epidemiológica das arboviroses e dos escorpiões. Em 2018, a dengue acometeu 29 pessoas, sem óbitos, e outros 19 casos ainda estão em investigação. Não houve casos confirmados de zika vírus, febre chikungunya e febre amarela. Até 20 de dezembro foram registrados 492 acidentes com escorpião.

PLANO DE AÇÃO

Entre as ações propostas para o controle do escorpião está a substituição dos ralos de todas as escolas e creches municipais e a limpeza da rede pluvial e de esgoto da cidade. A forma como essas medidas serão trabalhadas serão detalhadas nos próximos dias com equipes técnicas das áreas das secretarias de Educação e Serviços Públicos.

Ficou definido ainda que as secretarias continuarão fazendo o mapeamento do aparecimento dos escorpiões, campanhas educativas, notificação dos proprietários dos terrenos baldios com matos altos e sujos, cata entulho e ainda a limpeza das hortas comunitárias. Essas ações são realizadas rotineiramente pela administração e serão reforçadas.

Já o plano contra a dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela inclui o monitoramento e limpeza de todos os prédios públicos para eliminação de possíveis criadouros. Serão mantidas as reuniões do Cômite de Arboviroses e as atividades educativas nas unidades escolares. Haverá também reuniões com o objetivo de fechar parceria com imobiliárias para vistoria de imóveis fechados.

“Além disso, os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias seguirão, de forma ininterrupta, realizando as visitas diárias casa a casa para conscientização e eliminação de criadouros do Aedes aegypti e escorpião. Não vamos medir esforços para manter o contole sobre o mosquito e escorpião. E precisamos do apoio de toda a população nesta luta”, afirmou Salmeirão.

Fonte: Da redação com informações Prefeitura Birigui