Prefeito de Birigui pede retirada do projeto de lei complementar que previa concessão da água

 Ouvindo a população, ouvindo sua base política no Legislativo, o prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, protocolou na tarde desta terça-feira, 27 de novembro, pedido de retirada do projeto que previa a concessão da água no município.

 O projeto tinha como objetivo resolver totalmente o problema de falta de água em alguns pontos de Birigui, como, por exemplo, no bairro Colinas e adjacências.

 Segundo o prefeito, o projeto de lei complementar 14/2018, que Cria a Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Município, dispõe sobre o Conselho Municipal de Saneamento Básico, Disciplina a Organização dos Serviços de Água e Esgoto e dá outras providências teve seu “foco desviado”.

 “Um grupo político usou o projeto informando que queríamos privatizar a água. Na verdade o projeto prevê concessão, o que é diferente de privatização. Essa ‘politicagem’ confundiu a população. Apesar de acreditar que o projeto é bom, que resolve o problema da água na cidade, optei por retirar”, completou o chefe do Executivo.

 

COMO FICA? Visando minimizar o problema de falta de água em alguns pontos da cidade, a Prefeitura de Birigui irá enviar um novo projeto para a Câmara Municipal. 

 A propositura irá pedir autorização para a perfuração de um poço no bairro Portal da Pérola II. Com o novo poço perfurado, será feito uma interligação visando aumentar a distribuição de água.

 O novo projeto também prevê que a concessionária responsável pelo poço do Portal da Pérola seja a responsável pelo Poço Profundo Aqua Pérola, na Avenida 9 de Julho, que necessita urgentemente de reparos.

 Detalhes do projeto serão divulgados em breve.

Fonte: Da redação – com informações Prefeitura Birigui