Equipe da Prefeitura de Birigui faz análise em ponte sobre o Ribeirão Baixotes

 ponte ribeirão baixotes

O secretário municipal de Obras, Saulo Giampietro, o secretário adjunto de Obras, Alexandre Lasila, o diretor do Departamento de Agricultura e Abastecimento, Fabio Moreno Martins, e o vice-presidente da Câmara de Birigui, vereador José Luis Buchalla, visitaram na manhã desta sexta-feira, 28 de dezembro, a ponte de madeira sobre o Ribeirão Baixotes localizada na estrada rural BGI 338, uma das estradas de terra que liga Birigui a Coroados.

 A ponte de madeira fica na divisa dos municípios e foi incendiada na semana passada. No último dia 20, quando a Polícia Municipal identificou o incêndio, o trecho foi interditado após ação do Corpo de Bombeiros. A Polícia Civil está investigando o caso.

 A visita da equipe da prefeitura e do vereador foi um pedido de produtores rurais que utilizam a estrada. O vice-presidente da Câmara é produtor rural e informou que a estrada de terra é usada para o escoamento de leite, soja, milho e hortifrútis em geral.

 “Com a interdição, produtores rurais terão que passar implementos agrícolas, como trator e colheitadeira, por dentro do bairro João Crevelaro, oferecendo perigo no trânsito e aumentando em 5 km esse percurso”, falou Buchalla.

 De acordo com o secretário de Obras, os produtores rurais solicitaram agilidade na reconstrução da ponte, já que necessitam escoar seus produtos. O chefe do Executivo pediu total empenho da Secretaria Municipal de Obras, que receberá apoio das secretarias de Serviços Públicos e de Meio Ambiente.

 “O prefeito Cristiano Salmeirão nos pediu rapidez no levantamento do orçamento para consertar ou construir uma nova ponte. Estamos fazendo um estudo técnico para resolver o problema o mais rápido possível”, explicou Saulo Giampietro.

 Durante a visita da equipe da prefeitura e do vereador no local, vários produtores rurais estiveram presentes e se colocaram a disposição para colaborar, oferecendo madeiramento para a restauração da ponte.

 Enquanto a ponte está interditada, a orientação é para que os motoristas ou produtores rurais utilizem as três outras opções para fazer o trajeto: a estrada municipal no prolongamento da rua Joaquim Ciciliatti (no João Crevelaro), pela rua Fernando Castilho ou pela rodovia Marechal Rondon (SP-300).

Fonte: Da redação com informações Assessoria de Imprensa