Previdência: presidente irá bater martelo na volta de Davos

Apesar de ouvir proposta antes de viajar para o Fórum Econômico Mundial, Bolsonaro irá definir situação da reforma apenas quando retornar

 

O presidente Jair Bolsonaro vai ouvir a proposta de reforma da Previdência da equipe econômica antes de embarcar para Davos, no dia 21. De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Ônyx Lorenzoni, ele só deve bater o martelo sobre o texto na volta, possivelmente até o final do mês.

O presidente, no entanto, terá pouco para analisar o texto. Ele fica quatro dias em Davos, no Fórum Econômico Mundial, e na volta terá apenas um final de semana antes da internação para a cirugia de retirada da bolsa de colostomia.

O texto da reforma da Previdência demandará grande negociação do Planalto com o Congresso. Os deputados e senadores eleitos em 2018 tomam posse em 1 de fevereiro.

 

Fonte: Da redação com informações Agência Brasil

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by