Por que pessoas acima de 50 são mais infiéis? em um casamento

Existem muitas razões pelas quais as pessoas casadas traem. Mais de 40% dos casais são impactados pela infidelidade, e apesar da alta porcentagem, a maioria das pessoas – mesmo as que o façam – dirá que trair está errado. Fatores de risco, como transtornos de personalidade e problemas na infância, bem como oportunidades como mídias sociais e limites ruins, podem aumentar a chance de que um desses motivos realmente leve a algum tipo de caso.

A frustração no casamento é um gatilho comum; o traidor pode fazer várias tentativas para resolver problemas sem sucesso. Talvez eles tivessem dúvidas sobre o casamento ou tivessem ciúmes da atenção dada a um bebê novo e não tivessem a habilidade necessária para comunicar esses sentimentos. Talvez o cônjuge tenha bagagem de infância – negligência, abuso ou um dos pais que traiu – que interfira em sua capacidade de manter um relacionamento comprometido. Com menos frequência, o traidor não valoriza a monogamia, não tem empatia ou simplesmente não se importa com as consequências.

O site de relacionamento sugar, Meu Rubi, preparou uma série de perguntas que você deve se fazer antes de cometer esse ato. 

Você deseja segurança ou aventura?

Nos relacionamentos, é natural ter contradições internas. Você quer segurança, mas almeja aventura; você ama seu cônjuge, mas deseja intimidade com outro.

Aceitar as tensões inerentes à monogamia é a melhor maneira de aprender a lutar com elas. Afastar sentimentos desconfortáveis geralmente torna esses sentimentos mais poderosos.

Você pode lidar com isso?

Moralidade à parte, traição é estressante. Claro, algumas pessoas podem organizar encontros e viagens sem um pingo de culpa. Mas, para a maioria, a infidelidade causa angústia. Um pesquisa mostra que homens e mulheres casados que traem, ou estão em um relacionamento em que ambos os parceiros traem têm mais probabilidade de sofrer psicologicamente do que pessoas casadas em relacionamentos onde não há traição.

O sigilo pode deixá-lo constantemente no limite – pois você sente a necessidade de proteger seu telefone celular e monitorar contas compartilhadas. O parceiro que suspeita de ser traído provavelmente se sentirá ameaçado, ansioso e até um pouco louco.

Você está preparado para as consequências?

Seu relacionamento não necessariamente falhará se você trair. Mas saber que você está sendo traído pode ser o beijo da morte para os casais.

Foi isso que uma equipe de pesquisadores descobriu quando explorou os efeitos da infidelidade em parceiros heterossexuais casados e coabitantes.

Os pesquisadores analisaram dados de um estudo que acompanhou mais de 20.000 adolescentes até a idade adulta e descobriram que, embora as indiscrições não levassem os jovens a encerrar seu relacionamento, foram vítimas de uma indiscrição.

Em outras palavras, se o seu parceiro descobrir o seu caso, é provável que o relacionamento termine.

Se não um caso, então o que?

Volte para seus sentimentos. Se um desejo de aventura está alimentando sua paixão, você poderia encontrar outra aventura arriscada ou desafiadora para se dedicar ao caso?

O que está acontecendo em casa que faz você querer fugir para os braços de outro? O que você poderia mudar para se sentir menos preso e sobrecarregado?

E depois há a questão do que está faltando. Se o seu relacionamento é importante para você, vale a pena tentar melhorá-lo.

Se a idéia de “trabalhar” em seu relacionamento parecer exaustiva, considere o seguinte: os pesquisadores descobriram que, quando as pessoas se sentem firmemente apegadas aos seus parceiros, elas têm menos probabilidade de ficarem deprimidas e ansiosas e mais propensas a manter o foco em objetivos de longo prazo.

Uma parceria segura e amorosa, como se vê, não é apenas uma fonte de satisfação; é um baluarte da saúde mental.

Se você já teve um caso e se sente culpado ou envergonhado, perdoe a si mesmo.

Fonte: Da redação com informações Meu Rubi

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by