POLITICA: Prefeita de Coroados poderá ter mandato cassado depois de suposta denúncia de munícipe na Câmara Municipal

A última sessão de vereadores do mês de Agosto gerou comentários e polêmicas após uma denúncia apresentada em plenária. A denúncia enviada por um munícipe, cita que a Prefeita de Coroados Terezinha Aparecida Castilho Varoni teria feito uma viagem ao exterior entre os dias 14/06/2019 até o dia 01/07/2019, na ocasião teria excedido o prazo de 15 dias de ausência no município e teria deixado o município sem ao menos comunicar a câmara de vereadores. O problema citado na denúncia é a viagem sem prévia comunicação a Câmara dos Vereadores.

O Vice Prefeito Ivan Antônio Prado Sanches em memória, com isso o cargo está vago no município, seguindo a legislação caso ocorra à falta da prefeita, o cargo interino seria de responsabilidade do Presidente da Câmara de Vereadores Roberto Carrilho Alves (PT).

Durante a sessão o secretário Cezar Augusto Jost Ferreira Filho (PV), leu na integra a denúncia enviada pelo munícipe, após leitura e parecer favorável do jurídico o caso foi para a plenária, votando a favor do recebimento da denúncia os vereadores LUIZ RICARDO PEREIRA DOS SANTOS (DEM); EDNÉIA PEREIRA RECHE (PTB); CEZAR AUGUSTO JOST FERREIRA (PV); MARIANA BEATRIZ ROMUALDO DE SOUZA (PT) E ROBERTO FRARE – MARRETA (PT).

Votaram contra o recebimento da denúncia os vereadores, AUGUSTO PALMIRO PUGINA (DEM); ROBERTO CARVALHO PINTO (PMDB) E ODIRLEI VILAS BOAS TRINDADE (DEM).

Após a maioria votar pelo recebimento da denúncia, foi instaurado uma Comissão de Investigação composta pelos vereadores; ROBERTO FRARE – CEZAR JOST E EDNEIA PEREIRA. A comissão terá 90 dias para apurar a denúncia, ouvir testemunhas e partes envolvidas. Caso a denúncia seja comprovada e todas as provas verídicas a prefeita pode ser cassada e implicara na perda do mandato.

Em contato com o Presidente da Câmara este informou “Pedi aos vereados lisura na investigação e que todos tenham direito de resposta e defesa. Eu como presidente votaria apenas em caso de empate, minha posição também seria favorável ao recebimento da denúncia, pois o próprio advogado da casa entendeu que a denúncia é legal e segue os padrões estipulados pela legislação vigente.” Comentou Roberto Carrilho Alves.

OUTRO LADO

A nossa equipe entrou em contato via telefone com a prefeita, mais após várias tentativas a mesma não atendeu as ligações e mesmo com recado na caixa postal até o fechamento desta matéria não recebemos o retorno da Sra. Terezinha Aparecida Castilho Varoni para comentar o caso.

Fonte: Guilherme Renan

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by