Pintor desacata PM e é liberado por ser inimputável

 

Um pintor de 29 anos foi detido pela PM na tarde desta segunda-feira (14), após desobedecer as ordens de busca pessoal. Após ameaçar, ofender e quebrar uma parte do guarda-preso da viatura, o mesmo foi conduzido para o Plantão Policial, onde compareceu a genitora do pintor e provou para o delegado que o mesmo faz uso de medicamentos controlados, diante dos fatos o mesmo foi liberado.

Segundo a polícia, uma equipe realizava patrulhamento pela Rua Guerino Bego, na Vila Maria, quando avistaram o pintor e resolveram abordar o mesmo. Durante entrevista e busca pessoal, o mesmo desobedeceu as ordens e começou a ofender a equipe. Foi necessário reforço e após conter o mesmo, o pintor foi algemado e colocado no guarda-preso onde veio a chutar várias vezes até quebrar uma parte. O pintor proferiu várias palavras de baixo calão como “viadinho”; “policial cuzão”; “vou meter bala na sua cara quando passar rua”; “pm de merda, ladrão, safado” entre outros nomes.

Conduzido até o Plantão Policial, após dar ciência ao delegado, compareceu a mãe do pintor, informando que o mesmo possui distúrbios mental, apresentando diversos laudos médico. Diante dos fatos o mesmo foi ouvido e liberado pois é uma pessoa considerada inimputável.

 

Fonte: Elton Fontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by