Homem sem habilitação morre ao bater moto em carro

Vítima morava em Araçatuba e trabalhava em um restaurante na rodovia Senador Teotonio Vilela, via onde aconteceu colisão

O auxiliar de garçom Marcílio José Ferreira, 49 anos, morador no bairro Ivo Tozzi, em Araçatuba (SP), morreu após bater a moto que conduzia em um carro na noite de domingo (17), em Birigui (SP).

Ele era funcionário de um restaurante na rodovia Senador Teotônio Vilela, também conhecida como Guatambu, via na qual aconteceu a colisão, pouco antes das 22h.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, equipe foi ao local após ser informada sobre um acidente de trânsito com vítima e entrevistou a condutora de um GM Cruze de Birigui, uma jovem de 27 anos, de Birigui.

O carro dela estava no acostamento da estrada e a moto também estava pelo acostamento, mas no sentido contrário. O motociclista estava caído, a alguns metros da moto, em estado de choque, com olhos abertos, mas inconsciente.

A condutora do carro contou à polícia que chovia no momento da colisão e que seguia normalmente pela rodovia, sentido a Birigui.

No quilômetro 3,7, próximo ao pontilhão da linha férrea, o condutor da moto Honda Titan, que vinha no sentido contrário, invadiu a contramão, segundo a testemunha.

Ainda de acordo com a jovem, o namorado dela, que a acompanhava, foi quem telefonou para a polícia.

Sem habilitação

De acordo com a polícia, a colisão aconteceu em um trecho de reta e a vítima foi socorrida por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. Porém, acabou morrendo antes de dar entrada na Santa Casa de Birigui.

Foi constatado que o motociclista não possui habilitação. A condutora do carro fez o teste do bafômetro, que deu negativo para consumo de álcool.

Após o local ser periciado os veículos foram liberados e o corpo encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

Fonte: Com informações HojeMais

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by