Fábrica Pitcho´s corre serio risco de sair de Coroados

Fábrica instalada á 20 anos no município pode abandonar Coroados, pois atual prefeita dificulta algumas liberações de praxe.

A nossa equipe de reportagem recebeu uma denúncia na manha deste sábado (16) sobre um sério problema no município de Coroados, e provavelmente tal problema pode ser motivado por questões políticas e caso não seja resolvido da melhor forma poderá refletir em desemprego para mais o menos cem famílias coroadenses.

A empresa PitCho´s, tem um contrato com a prefeitura local, onde utiliza um barracão fornecido pelo município, acordo firmado no inicio da fundação no município, na época o prefeito municipal José Paulo Beltram. Desde então todas as necessidades da empresa, envolvendo documentos e alvarás sempre foram facilitados seguindo as formas e regras da lei em vigor.

Já no ano de 2.018 a prefeita Terezinha dificultou a continuidade da parceria entre município e a empresa dificultando alguns alvarás, mas após várias reuniões e solicitações a prefeita acabou cedendo. Este ano novamente Terezinha Varoni dificulta a liberação dos mesmos alvarás. A empresa presta serviços para algumas redes de lojas e para continuar a prestação de serviços toda a documentação que envolve o CNPJ precisa estar rigorosamente correta e em dia.

A nossa equipe entrou em contato com um dos vereados do município Cesar Jost Ferreira e este nos informou que esta marcada para a próxima segunda (18) uma reunião no Paço Municipal, onde representantes da empresa e alguns vereadores deverão solicitar novamente os alvarás a Prefeita Municipal Terezinha Aparecida Castilho Varoni (DEM)

Ainda segundo o vereador, caso a empresa abandone Coroados, no mínimo cem famílias poderá perder o emprego ou até mesmo o executivo municipal terá que providenciar mais dois ônibus para transportar até Birigui para a possível nova sede da empresa.

Cabe agora a Prefeita Municipal decidir o que compensa mais, se é dificultar e perder uma das únicas empresas na cidade, fazendo com várias famílias fique sem emprego ou prosseguir com a parceria e enfrentar o problema da crise econômica como fez em anos anteriores e outras gestões.

Tentamos contato com o Assessor de Gabinete da prefeita, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno do executivo municipal.

Fonte: Guilherme Renan

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by