Começam a ser instalados os 71 abrigos de pontos de ônibus em Araçatuba

Começou há duas semanas a instalação de abrigos para os pontos de ônibus do transporte público coletivo de Araçatuba, em cuja primeira etapa foram instalados 10 unidades, com previsão de instalação de outros 15 pontos a iniciar após mais 15 dias.

Ao total serão 71 abrigos para pontos de ônibus instalados pela empresa contratada Vilson S. Zanellati-EPP, ao custo de R$ 278.049,10, provenientes do duodécimo devolvido pela Câmara Municipal ao fim do exercício de 2018.

O tamanho do abrigo, que pode ter dois ou três metros de largura, é determinado pelo fluxo esperado de usuários nas diferentes localidades da cidade, bem como depende das medidas da calçada, que deve ter, no mínimo, 2,6 m de largura, para atender as exigências de acessibilidade. Todos os pontos terão espaço reservado para acessibilidade, com identificação visual e espaço para cadeirantes, bem como bancos e cestos para coleta de lixo e material reciclável. A expectativa é de cinco meses para a instalação de todos os 71 abrigos.  

A vice-prefeita Edna Flor comemora o início do que diz ser a realização de mais um sonho. “Desde meu primeiro mandato, em 2001, estamos envolvidos neste projeto, buscando alternativas para melhorar o transporte público coletivo e, de maneira especial, a construção dos abrigos pelo poder público. Foi feita a comissão na câmara, um trabalho amplo dos vereadores, e agora veio a se concretizar com o recurso que a Câmara disponibilizou no fim do ano passado”, conta.

“A Câmara propôs e o prefeito aceitou que esse recurso fosse utilizado na construção dos abrigos. Foi feita licitação e desde o inicio do ano (2019) que estão sendo tomadas as providências e agora estamos na fase de instalação desses abrigos”, celebra.

“Vale ressaltar que todas essas providências se fizeram necessárias porque a nossa Lei Orgânica prevê que é um direito do usuário do transporte coletivo, direito ao transporte com conforto e direito à saúde, porque a exposição ao sol, à chuva, ao vento, compromete a saúde do usuário. Lembramos ainda que, ao lado desse projeto, temos o outro projeto para complementação dessas construções, o Projeto Adote Um Ponto de Ônibus, porque só esse número não é suficiente para atender a população e estamos tomando providências para acelerar o projeto, em parceria com os empresários da cidade”, completa Edna Flor.

Adoção e parceria

O prefeito Dilador Borges (PSDB) sancionou e foi publicada, no último dia 24 de maio, a lei que institui o programa “Adote um ponto de ônibus” em Araçatuba. O projeto da Prefeitura foi aceito pelos vereadores na 16ª sessão ordinária do ano.

A proposta tem como objetivo estimular a cooperação entre o poder público municipal e pessoas físicas ou jurídicas para viabilizar a instalação, manutenção e recuperação de abrigos nos pontos de parada de ônibus, oferecendo conforto e segurança aos usuários do transporte coletivo do município.

De acordo com a lei, o projeto funcionará pela adesão espontânea dos interessados, que se comprometerão, sem ônus para o município, a instalar, manter e recuperar os pontos de parada de ônibus, bem como observar a legislação municipal de postura pertinente e as condições ajustadas no respectivo termo de cooperação a ser firmado com a administração municipal.

Pontos já instalados

Rua Bandeirantes, oposto ao nº 1.214 (cruzamento com a Rua Cristiano Olsen)

Rua Saldanha Marinho, oposto ao nº 965 (na praça)

Rua Saldanha Marinho, oposto à escola Alice Couto Moraes

Praça São Benedito, na rua Dr. Luiz de Almeida (FEA)

Rua Cussy de Almeida Jr., ao lado do nº 3.080 (oposto ao nº 3.049)

Rua Aviação, oposto ao nº 1.763 (Lar da Velhice)

Avenida Brasília (MC DONALDS)

Rua Honório de Camargo Jr (Praça) oposto ao número 420 – Residencial Mercedes (Conj Hab Pedro Perri)

Rua Lions Club – oposto ao numero 455 (Morada dos Nobres)

Rua Raul de Almeida Moraes (praça) oposto ao número 237 (Conj Hab Claudionor Cinti)

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by