Borini tem direitos políticos suspensos por cinco anos e terá de devolver R$ 263 mil ao município

O ex-prefeito de Birigui Wilson Borini (DEM) terá que cumprir sentença judicial que o condenou por prática de improbidade administrativa em ação envolvendo a reforma de um prédio alugado pela prefeitura durante sua gestão.

No último dia 25 de maio, o TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) certificou o trânsito em julgado (quando não há mais possibilidade de apelação) de decisão que havia condenado o democrata, em primeira instância, ao ressarcimento de R$ 263.326,59 aos cofres públicos do município e que também suspendeu seus direitos políticos pelo prazo de cinco anos.

Em março deste ano, o tribunal paulista rejeitou recurso especial ingressado pela defesa de Borini. O desembargador Evaristo dos Santos disse em sua decisão que a apelação necessitaria de reexame de prova produzida, o que não é permitido nessa instância por conta de uma súmula do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Dessa forma, o processo retornou à Justiça em Birigui, sendo que na segunda-feira (3), o Ministério Público, autor da ação, informou nos autos que ingressará com o cumprimento de sentença.

Fonte: Reprodução FR.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by