AÇÃO DE PREVENÇÃO: Agentes da Saúde irão visitar 4.500 residências da região sul de Birigui


A Secretaria de Saúde de Birigui pretende visitar 4.500 residências da região sul da cidade. O objetivo é combater possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

As chamadas visitas casa a casa começam nesta segunda-feira, dia 14 de outubro. A região sul de Birigui é a região do Fórum Municipal.

Segundo o educador em saúde pública Marcos Sanchez, 13 bairros serão visitados. As visitas reunirão 40 agentes de combate a endemias e 4 supervisores. O trabalho dos agentes será feito no horário de expediente da Prefeitura de Birigui.

Serão visitadas as residências dos bairros Vila Staf, Parque São Vicente, Vila Germano, Vila Guarujá, Jardim Bollelli, Bosque da Saúde 1, Bosque da Saúde 2, Village Dahma, Residencial São Francisco, Jardim Sumaré, Jardim São Cristovan, Village Di Fiori e Perdizes Residencial.

A ação segue até que todos os imóveis dos 13 bairros sejam visitados. Os agentes estarão uniformizados e com crachá da Prefeitura de Birigui. A meta é concluir as visitas dentro de 15 dias.

A Secretaria Municipal de Saúde pede aos moradores que permitam a entrada dos agentes. Além da limpeza, os agentes irão orientar os moradores sobre como combater o mosquito.

AJUDA

O morador pode ajudar fazendo diariamente a limpeza de seu quintal, da frente de sua residência e vistoriando pontos onde possam existir larvas do mosquito.

Os principais pontos são: ralo, garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, pratos sob vasos de plantas ou qualquer outro objeto que possa armazenar água da chuva.

O mosquito pode procurar ainda criadouros naturais, como bromélias, bambus, buracos em árvores.

Poder público, empresas privadas, entidades de classe e moradores devem unir forças para combater o mosquito. Essa união de esforços é fundamental para evitar a picada, evitando também casos de dengue, zika e chikungunya.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by